As armas que um cristão deve possuir

As armas que um cristão deve possuir. 

Possua o cinto da verdade. O caráter, não a força bruta vencerá a violência. O caráter será a nossa maior defesa. A força do caráter cristão, de uma fé genuína, sem duplicidade, sem incoerências, mas em espirito e em verdade. O mundo conhecerá a verdade e a verdade o libertará. Não produzindo uma espiritualidade de dissonâncias cognitivas, em que a sociedade ouve uma coisa, mas vê outra, impactaremos como fermento e sal na massa e construiremos a utopia de uma nova sociedade.
Possua a couraça da justiça. Vestidos da consciência de que a nossa justiça própria é como trapo sujo, revestimo-nos da justiça perfeita de Cristo. Quem dessa justiça se reveste sabe diante do mal escolher o bem, trabalha pela igualdade que produz justiça, submete-se às autoridades constituídas por Deus que são os agentes de justiça para punir quem pratica o mal. 
Possua as sandálias do evangelho da paz. Formosos são os pés dos que anunciam as boas noticias, o evangelho, pois, ele é o poder de Deus para transformação de todo aquele que crê. Por mais perverso e malvado que seja um ser humano, o evangelho irá transformá-lo. O amor de Jesus transformou o corrupto Zaqueu, o ladrão da cruz ao lado, e tem transformado milhões de outros na história produzindo paz nos corações. Proclame e demonstre o evangelho da paz.
Possua o escudo da fé. A inabalável confiança no amor, cuidado e vontade de Deus, protege-nos de todo mal. Qualquer seta incendiária do malvado não nos atingirá, pois, se o Senhor não guardar a cidade em vão vigia o guarda. 
Possua o capacete da salvação. A mente desperta e vigilante, sabe discernir e responder a todo mal. Pensamentos, ideias e bom senso, faz com que raciocinemos de tal modo a sermos cautelosos, guiados pelas veredas da justiça e às águas tranquilas ergueremos o cálice pelos livramentos do Senhor na presença dos nossos inimigos. 
Possua a espada do Espirito. Sim, a única espada que um cristão possui, a Palavra de Deus. Ela é viva e eficaz, capaz de penetrar profundamente e matar o que um ser humano tem de pior em sua natureza e transformar-nos fazendo nascer as virtudes de Deus em nós. 
Possua a oração. No cristianismo o poder está em não poder. A oração revela a nossa total dependência de Deus que diz que pela oração teremos força no seu forte poder e teremos paz na cidade.São essas as armas a serem possuídas por nós cristãos que não temos de lutar contra seres humanos, mas contra forças espirituais do mal. 



Pr. Onésimo F. da Silva

Presidente do Conselho Geral da IEAB